Pra descontrair (mais?!?!): Yaoi explicado por uma manola...

Hello everyone! Oi manolos! Tudo bem com vocês? Comigo está tudo bem.

COMEÇANDO DAQUI MESMO [AVISO]: ESTE POST CONTÉM DORGAS, MUITADORGAS... AQUI SÃO INFORMAÇÕES VERDADEIRAS, APENAS EXPLICADAS DE UMA FORMA MAIS... PECULIAR. Não levem a sério. Mas se entenderam alguma coisa do que escrevi, saibam que as informações estão "corretas"... Enfim.

 

Hoje, motivado por outros blogs (principalmente pelo recém inaugurado, ou algo assim, blog fujoshi da Any-chan www) Zoarei este meu gênero favorito desde os tempos primórdios vulgo "gênero que eu sou viciada antes de criar esse blog e que por motivos que eu já expliquei anteriormente eu evito de falar no blog porque eu tenho um blog só disso mas como isso é zoera da minha parte para os entendedores entenderão fujoshis/fundanhis eu vou postar aqui" hoje pelo simples motivo de que: Há desgraças que vem para o bem, e bens que virão com desgraças (interpretem como quiser). Whatever, é falta do que fazer, mas sem tempo de fazê-lo. Espero que riam algo ou gritem "QUE PORRA É ESSA?" ao longo do post. Foi totalmente inspirado no meu post do SL HAHAHAHAHAHA'

Muito, muito tempo atrás em uma terra muito distante chamada Sweet Lemonade (AKA meu blog Yaoi) eu, juntamente com as duas partcipantes daquele blog, postamos um "dicionário" Yaoi que servia tanto para os que já sabiam o que era Yaoi em si, mas não sabia classificar ou explicar de qual gênero aquele mangá pertencia; ou para os iniciantes que não sabiam nada com nada (até porque eu coloquei muitos exemplos para a época lá). Aparentemente,o post não surtiu efeito mas depois de alguns anos eu vi que as informações estavam corretas de qualquer maneira, então deixei lá mesmo (oi?)~

Aqui está o post: [WWW] Bem, nesse dia eu estava estressada e não me expressei muito bem e muito menos fui caridosa com não-entendedores, mas agora eu sou muito mais relaxada. Como podem ver também, o post é de 2012 porém tudo ainda está ok conforme as leis da gravidade que não se aplicam aos paus dos semes de yaoi que vivem querendo comer o cu alheio; mas que as leis ainda funcionam nesse mundo pelo menos externamente, onde há milhares de fãs.

Primeiramente, eu disse que era basicamente post de zoera e, claro, em grande parte ele é. Mas deixarei claro que simplesmente porque eu amo tanto um negócio é que eu não posso ser zoeira em 100% das vezes. Claro que pesquisas são importantes na hora de fazer um "dicionário" Yaoi, mas também tem que ter a palavra das experientes e obviamente, material para comprovar isso. No Yaoi basicamente a maioria fazem mil e uma confusões, que para mim são tão claras porque eu basicamente devorei muitos fansubs BR na minha época mais ativa de fujoshi. Aqui estou eu tentando fazer graça com algumas delas, porque eu meio que cansei de corrigir. Anyway, está tudo explicado em vários fóruns e sites "especializados" nesse gênero que tanto amamos. A discussão é longa, porque muitos não concordam ou simplesmente não entendem, mas também há na minha mente de que tem fontes muito mais confiáveis para se averiguar tudo isso do que as erradas.
 START!!!!!
O que é Yaoi, manola-senpai?
Yaoi querida... Yaoi é a Terra onde o prato se come cru; onde os arco-íris são apenas vislumbrados por aqueles magicamente escolhidos e que não têm medo de ter dor de barriga de tanto comer linguiça. Reza a lenda de que muitos anos atrás, quando essa Terra foi descoberta, as mulheres que descobriram esta terra chamavam-se de podres, porque viviam na mais e pura escuridão e se auto denominavam-se podres, loucos  e até mesmo da mesma espécie nativa dos habitantes que, mais tarde, seria descoberta como a mais maravilhosa terra das mulheres e garotas que não têm o que fazer da vida; eram julgados como a pior raça que existe no universo. Por muitos e muitos anos foram caçadas e chamadas de hereges e desse trágico período histórico foi dado o nome de fujoshi à elas. Mais tarde foi descoberto que essa raça é universal e que existe nos mais diversos planetas, até mesmo onde os homens mais machos habitavam eles estavam lá... Eles eram os homens machos. Eles eram...
Os gays.

...Mas então por quê os homens antigos não entendiam a língua nativa dessa Terra, manola?
Ah, meu caro... É porque eles usavam códigos para distinguir-se. Para saber quem seria o par de quem; e o mundo dessa Terra maravilhosa chamada Yaoi não caísse nas mãos terríveis do poder maligno que se alastrava perante à terra deles, que veio junto á descoberta do Yaoi, o amor existente das fujoshis. Elas eram imparáveis. Elas combateriam o shoujo. Elas arrastariam o shonen para com elas e fariam as mais diversas coisas... Torturas que só haviam rumores de sussurros vindo desses lugares como "-Não...M-Mai-AHH!" ou mais horríveis ainda; "Vai devagar... Sem os dedos antes e-eu não c-consi-g-go"... Ou coisa pior. Mas, eram apenas rumores. Os códigos não eram malignos. Eram como a boa matemática daquela época, onde determinava que 1 + 1 = 69 ou que 2 + 2 não era 4; mas sim uma suruba. Desses códigos, restaram e sobreviveram apenas alguns, como seme... A palavra de que quem era encarregado de guardar a outra palavra, Uke; estremeciam só de ouvir essa palavra... Mas todos que sabiam sobre os códigos sabiam que os ukes não estremeciam de medo dos ukes... Era algo muito mais... Profundo.
Também havia o lemon... Um ritual macabro onde a matemática se perdia em uma batalha de línguas onde não havia vencedor  portadores... Os semes ficavam finalmente junto dos ukes... A batalha cessava e finalmente eles teriam paz... Mas o lemon é algo mais. É a recompensa, é o ouro no fim do arco-íris que apenas algums privilegiados poderiam receber. Hoje em dia, a recompensa chamada de lemon é algo muito comum, e por isso todos na terra do Yaoi são felizes. Alguns que foram forçados a ganhar o prêmio mesmo sem terem feito nada geralmente levam algo consigo de bom... Geralmente.

Mas ninguém descobriu o que esses códigos significam?
Todos sabiam... O problema é que muitos confudiam, meu caro... O Yaoi era a raça. Nos tempos modernos de hoje, onde ninguém mais liga para essas histórias de uma terra antiga e longíqua, ela foi mudada para BL por algum motivo que ninguém quer saber também. O Yaoi era a raça que movia, o princípio. Geralmente, muitos especulavam de que ele era shounen-ai.... Mas então veio as fujoshis... Elas não queriam apenas ver os companheiros dando abraços... Elas queriam mais, sempre mais. A ganância foi tanta que surgiu o lemon. A recompensa. Movidos por este único propósito, a raça Yaoi sempre teve muito da recompensa, sabe? São tempos bons, esse. Alguns não gostam tanto, mas elas não ligam. O Uke... Sempre bobo, achando que nunca iria ter o lemon. O seme, que sempre acha que tudo na vida é sobre recompensas de lemon. Os dois juntos são apenas um dos planos das  mulheres que estavam ficando cada vez mais malignas, as fujoshis.

Mas então, alguém descobriu que mesmo entre aqueles homens que ficaram na terra antiga, sem descobrir o poder e muito menos o arco-íris e seu tesouro ao final dele, estavam desfrutando de seus benefícios. Eram homens brutos, que apenas de visualmente foram descartados pelas fujoshis... Não, aquilo não era a mesma raça dos nativos Yaois. Aquilo era muito mais bruto, meu caro... Era Bara. Eles são brutos, pensam apenas na recompensa e não há espaço para os ukes e os semes verem um pouco do arco-íris cintilante, apenas o tesouro reluzente chamado lemon.

Cansados da vidinha pequena que as fujoshis lhes davam, certos ukes e semes cansaram da vida de apenas ver um lado ou uma cor só do arco-íris.. Eles queriam mais. E então viraram sekes. São muito mais libertos do que qualquer seme ou qualquer uke. Eles podem ser tudo e podem ser nada naquela Terra. Andam livres e fazem o que quer, mas quando querem... Não há ninguém que escape. Mas a recompensa geralmente vem maior... Ou simplesmente vem diferente. Um diferente bom para as fujoshis.

Mas as fujoshis... Elas não pararam por aí, muito menos vão parar... 
As criaturas menores, as crianças... As shotas... Elas também teriam seu espetáculo. Muitas até mesmo das fujoshis o repudiam-no; mas ele é famoso... Ele é o prato que apenas alguns degustam, que apenas algum sentem o maravilhoso espetáculo começar desde cedo.

As fujoshis já sabiam sobre a manifestação da popularidade dessa Terra Yaoi. Até que enfim os homens.... Ahh, aqueles que se repudiaram... Aqueles que não são ukes, nem semes... Muito menos sekes. Que estavam mais para sekos... Eles se juntaram. E então, sem precisar de uma árdua batalha, se aliaram com as fujoshis e se tornaram companheiros de batalha e de ver como o Yaoi anda até hoje... Em como o lemon funciona apenas em alguns momentos... Em como o shota é a linha imprecisa de moral e os atos... Eles eram os fundanshis.

/////FIM///// grazadeos

JURO QUE EU NÃO ESTOU DROGADA. NEM FUMEI NADA, NEM INJETEI NADA LDKJSAKDLAJDLKÃJDLKADA Cara, foi divertido escrever isso, mas pena que somente eu vou entender essa caralhada tudo (ou não). Have some fun, but don't forget: Lemon não é gênero! Shounen-ai não é Yaoi! Yaoi tem lemon sim! E se tiver lemon, não vai ser um "mangá lemon", mas sim um "mangá yaoi com lemon". E o seme é quem come, e o uke é o prato principal. E saudades concordância verbal nesse meu texto HAHAHAH /no time to read again

Comentários

  1. Oláááá!
    Eu juro que quando li "o prato se come cru" eu imaginei um prato comendo outro prato, tipo canibalismo. Eu realmente preciso de um medico.
    Acho que entendi uma boa parte, mas não tenho certeza...
    Mas o importante é que achei muito divertido, acho que não vi ninguém explicando assim, em historinha.
    Até mais manola o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, depois de vc ler esse post, vc que precisa de um médico? SOMEONE CALL THE DOCTAR! KÇDJAHDKJASÇDHADAHDOUÃGDÃOUDAO
      Mano Yssa-chan, minha intenção, como sempre; era fazer algo completamente diferente desse post. Mas como sempre², ficou do jeito que eu postei, fuck the police -nn HEOAAOHEEOAHA
      Até! Acho que vou fazer em historinha só que menos dorgas (essa foi pura zoera msm) mais pra frente quem sabe q

      Excluir

Postar um comentário

Regras:
- Comentários serão publicados de acordo com o que a moderação liberar na análise, portanto, siga as regras.

- Sem SPAM / Divulgação / Propaganda do seu blog somente deixe o link APÓS o comentário.
- Pode palavrão, e essas porras todas aí, free internet. Porém, tenha o bom caráter de não comentar somente por hate, porque, bem, não irei publicá-lo (risos).
- Agradeço tua visita e sempre estarei disposta a dúvidas ou correções (sério, se virem algo errado no post, me avisem!!). Irei avisar se eu editar o post corrigindo.

Postagens mais visitadas deste blog

Hunter x Hunter (2011) - E o inesperado acontece!

Animes Yaoi -kawaii, sem shota, sem violência, Puro-

Dia do irmão