Dia Nacional do Yaoi #RETURNS

Yooo!!!! Tudo bem com vocês?? 
Comigo está uma bosta. O dia ontem foi estressante, levei esporro da minha patroa porque eu sou lerda... Coisas da vida. Nada que ler até uma da manhã uma fanfic sensacional Yaoi HunHan não tenha resolvido. Ainda estou chateada e claro, acho que não vou aguentar ficar nesse serviço por muito tempo por conta disso (diga-se somente de nota, eu estou fazendo posts nos serviço mesmo, mas quando não tem nada. E realmente não tem nada pra fazer aqui, mas quando tem... segura a peruca, cara.). No mais, hoje estou voltando aqui para falar sobre uma coisa importantíssima nesse blog, nessa minha vida, que faz o giro da Terra parecer menos rodado que alguns cus de uke do Yaoi: DIA NACIONAL DO YAOI 2014 [RETURNS] e esse "returns" fui eu que intitulei porque eu achava que estava louca por já ter tido um Dia Nacional do Yaoi, mas mais pra frente do post eu explico) ...

Bem, como todos sabem ou não hoje é o Dia Nacional do Yaoi 2014. Teve um dia 08/01/2014; e você pode conferir meu post do dia nesse link aqui ó: [link]. Algumas pessoas devem lembrar que nesse dia o pessoal do Blyme e algumas páginas relacionadas ao Yaoi ficaram em dúvida quanto à data que é realizado esse evento na internet. Por causa da nomenclatura e as datas invertidas, não dá pra saber direito que dia é melhor; mas acho que o dia 01/08 é o internacional, enquanto o 08/01 era apenas no Brasil. E então, tirei minha conclusão que eles aderiram à data internacional... O que pra mim é uma grande felicidade, pois poderei participar dessa também. Não deveria, mas ninguém segura meu cu, beijos.



Essa edição não tem um tema sugerido, então eu vou apenas tagarelar do que eu quiser aqui ao longo das horas que estarei divagando sobre o Yaoi. Basicamente, não há muito o que colocar em palavras esse gênero shoujo do mundo; mas como é uma segunda edição, tentarei falar algo relacionado à isso.

2014 está sendo um ano muito proveitoso para as fujoshis/fundanshis e até mesmo as fangirls, que podem até não curtir ser meio doente mental igual eu vendo dois homens se pegando, mas adoram apenas ver os belos traços que o Yaoi têm. Tirando alguns traços que caracterizam o fato do "Yaoi Hands"; o mundo que envolve as mentes brilhantes criadoras de conteúdo Yaoi, traços bons não faltam. Isso está inteligado no gênero, e é quase uma divisão que o próprio mundo otaku faz ao ver um traço e designá-lo como sendo "shoujo/seinen/shounen/" entre outros. Já notaram que dentro do próprio gênero Yaoi, engloba tantos tipos de histórias e traços que fazem cada um deles serem encantadores mesmo bizarros? Ou são encantadores apenas por... enfim, vejam: *-*

KAISOO PORRAAAAA N asdfghjklç

Um exemplo que muitos já falaram em tantas outras postagens, mas muitos ainda nem conhecem é o traço da Naono Bohra. Embora rústico, e até em algumas vezes indelicado -devido à temática impregnada que são as histórias dela- os mangás são feitos à base de muito homem musculoso, de vez em sempre quando sangue e não muito mais espantoso vindo dela: Oyaji! Esse gênero é mais indelicado, pois são homens mais velhos -não vovôs, pelo amor né! Assim a mente da fujoshi broxa, coitada.- e com uma mentalidade mais fechada. E talvez seja por isso que eu sempre acabo dando gritinhos nada héteros quando acabo de ler uma história dela que há um uke mais fechado, mas que para o amor o coração ainda é jovial. Os lemons dela são recheados de sensualidade e ela não mede esforços para usar tudo o que o traço peculiar dela pode trazer de bom. Eu gosto das personalidades que ela cria, e ela já provou que sabe muito bem fazer homens mais "delicados", encaixando-os perfeitamente em sua história. São muitos lados bons, e eu recomendo muito para todas as fujoshis que prezam essa alcunha podre que carregamos na alma ler pelo menos um (ou mil, fiquem à vontade... Só não sei se ela tem mil obras! hahaha~)

(contrastando com os posts usuais sobre a Naono-sensei, vou botar aqui um traço mais fofo dela HEOHEA)

Para quem se interessou e não conhecia as obras delas, vai aí um post bem legal da Samila Lages: [link]

E sim, esse post vai ser gigante (e talvez não fale muita coisa nova, talvez nenhuma, mas é sempre bom relembrar os velhos Yaois...).

Bem! Não adianta eu falar na vastidão de "gêneros" dentro desse gênero se não falar de mais de um, não é? 

Sei que pode parecer mentira ou duvidoso, mas uma das autoras que eu gosto é Yamakami Riyu (será que escrevi certo? -q). As histórias dela são bem leves, embora contenha às vezes, temáticas não muito bem vistas e fortes, se não fosse da maneira como ela coloca tudo isso num mangá. A maior parte que eu já li eram volumes únicos, creio eu; mas não tenho muita certeza já que faz muito tempo. É uma autora relativamente desconhecida no mundo Yaoi brasileiro, porque o traço dela não desperta tanto interesse assim e as histórias não são aquelas de segurar o soluço do choro ou aquela que faz seu nariz sangrar. 
E é diferente do traço feio antigo da autora de Junjou Romantica; embora eu tenha certeza de que muitos comparam à ela HUHUHSUAHSAUS~ Bem, quando eu comecei a ler de verdade mangás Yaois (quando saí da toca das fanfics) foi nela que eu me apaixonei de verdade. As histórias são leves, mas não deixa de ter muito lemon! Não que isso faça muita diferença, mas meio que as histórias dela gira em torno às vezes do casal ter sexo ou não ter.

O que eu não gosto dos mangás dela: Não muita coisa. Não há nada realmente repudiador no traço ou nas histórias, ela faz parte da cota de autoras que eu não reclamo por não haver muito o que reclamar. Há uma vasta lista de mangás lançados por ela e eu admito muito. Talvez, seja por ela não arriscar tanto em temáticas variadas, mas isso já é um estilo da autora que conforme o mercado, se dispõe a lançar ou não o tíitulo, pois pelo que tem de antigo dela dá pra perceber o quanto o traço dela melhorou e as histórias ficaram muito mais fixas.

Mudando um pouco de assunto!

Sei que muitos de vocês já sabem, mas não ando lendo mangá Yaoi. Só lendo muitas e muitas fanfics. Todas Yaois, obviamente. Isso faz com que o número de postagens caia bastante em alguns lugares que eu posto, mas sinceramente... Isso não me afeta tanto (Porque o Yaoi Toshokan tem bastante postagens regulares e digamos assim, quase ninguém lê reviews no meio de tanto mangá). É meio cru e parece que eu não gosto de postar (o que é claramente o contrário!!) mas é a realidade de blogueiras que não sabem fazer nada além de comentar sobre determinado gênero. Principalmente quando eu nem ao menos estou acompanhando um mangá sequer. Com a falta de um notebook então, só piorou minha situação.

Eu gostaria de poder listar todas as coisas que fanfics me encantam, mas eu realmente não tenho um espaço ilimitado no universo onde caibam tantas coisas! É sério! LOL
Bem, mesmo sendo especial de YaoiDay, vou comentar um pouco da minha vida pessoal porque é pra isso que serve essa bagaça de blog *joga os cabelos*~

Ontem eu estava bastante deprimida porque achei que não ia poder fazer postagem no YaoiDay, mas deu no que deu *esse post meio bagaçado mas que eu tô gostando bastante de escrever*; e é claro, pelos motivos pessoais. Que são: meu serviço. Tem algumas coisas que não vai me baixar o santo e eu saber, e como sou funcionária única daqui, não tem quem eu perguntar. Enfim, essa é a parte que mais me chateia, porque se eu falo algo pra minha patroa em dúvida ela acha que eu não li direito as papeladas e afins. O problema é que eu li e reli aquilo milhares de vezes (tanto é que cansei de reler e vim aqui postar coisa no meu blog LOL) e bem... Não adianta uma pessoa mandar um analfabeto ler e achar que vai resultar alguma coisa disso, porque sozinho a gente vai até um pouco, depois nós precisamos de uma corda pra puxar a gente (ou bater atrás pra gente correr, não sei) para assim, finalmente termos a nossa própria corda. Não sei se essa metáfora de merda fez sentido, mas foi isso que eu senti ontem. Frustração por não saber as coisas e simplesmente a pessoa achar que vou baixar o santo aqui.
E a rotina eu peguei bem aqui da empresa e tudo mais (antes eu não conseguia nem atender direito o telefone SOS)~ Mas enfim. Espero que ela não desista de me ter como funcionária até eu pegar o jeito das coisas certinho! Demora, sim; mas eu não desisti.

E o negócio é que eu nem fiquei TÃO chateada quanto eu achava que ficaria. Acho que estou virando uma pessoa meio ruim, mas bem... mudanças. Eu tô bem mais fria do que o possível na minha mente, mas essas recaídas emocionais que eu tenho ao longo dos meses me faz crer que ainda sou humana. Que ainda preciso de alguma coisa pra chamar de meu, e me olhar no espelho e ver alguém que está viva e ainda tem vontade de lutar pra viver. É meio dramático isso tudo, mas umas coisas na vida aí me fizeram meio que desacreditar nas coisas boas. Posso ser mimada, mas ninguém sabe realmente o que eu passei não, não foi a gilete no pulso porque realmente não havia ninguém perto.

E o que diabos esse desabafo todo tem a ver com Yaoi? Obviamente: já que eu não tinha muitas coisas, redirecionei meu vício por coisas aleatórias todas no Yaoi, e histórias para ler ainda me fascinam de um jeito que nenhuma outra arte me fascinou. Nem a música (embora eu ame ler ouvindo música). E conheci pessoas incríveis espalhadas por esse Brasil lindjo, e alguns foram meus próprios leitores. Conheci é uma expressão forte, mas não é como se fôssemos desconhecidos e se for pra conhecer mais Yaoi e mais desse mundo purpurinado que é, fazemos tudo muito bem!! Coisas pequenas como essas que me fazem ainda acreditar que não tem tanta gente brigando e xingando por ships divergentes ou barraco por causa de um yaoi couple bosta. hueheue~

Fico muito feliz de estar postando na quarta edição do Dia Nacional do Yaoi! Espero que nos próximos anos eu possa contribuir com algo a mais, mas se não der realmente, estarei aqui com esse blog firme e forte como uma gelatina. E aliás, ontem que meu dia foi uma bosta eu fui dormindo sorrindo porque estava lendo uma fanfic tão LINDA PERFEITA MARAVILHOSA SEHUN ME COME ERROR que nossa chorei (era yaoi inclusive porque eu não leio nada mais que yaoi yaoi eu to tatuando na cara e n per-)~

Então, é isso! Termino meu post tão sem sentido quanto começou! Beijinhos amores!

Comentários

  1. Obrigada por participar desse dia especial, mesmo com todos os problemas no seu emprego (força aí, eu tb vivia deprimida por causa dos meus chefes, não dou sorte com eles mesmo). Yaoi salva, sempre digo isso, viciozinho mequetrefe esse que exige do nosso tempo mas que nos tira da mesmice do dia a dia, não leio pelo fetichismo (não faria sentido já que sou lesbica) mas adoro um romancezinho fofo. Feliz Yaoi Day! ^-^v

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POR FAVOOOOR, obrigada você por ter vindo aqui comentar o/
      Obrigada pelas palavras, estou firme e forte como uma gelatina aqui! HUSAUSHA~'
      Olha, eu não sei se eu sou homo ou hétero, já que eu nunca fiquei nem namorei (e sou BV, COM QUASE DEZOITO ANOS ME JULGUEM COF ok não) mas o que eu sei da minha vida é: SOU FUJOSHI AMO/SOU YAOI -N DJHDAHDADJKASHDJKAHDKJASHDKAHDÇADHA

      HappyYaoiDay pra ti também! E que outros possam vir tão divertido quanto esse!

      Excluir
  2. Oi Miyaneo!~ Também sou viciada em yaoi com muito orgulho u-u e você shipa kaisoo ainda por cima OMG! ♥ Que coisa linda ;o;~ bom, mas hoje estou aqui por outro motivo. Você já conhece o Senbonzakura? Se não, agora é uma ótima oportunidade de conhecê-lo! ^^ O Senbon é um projeto inspirado no já extinto Condomínio das Otakus, onde existiam prédios com o tema de diferentes animes. No Senbon, os prédios foram substituídos por andares, mas a função deles é a mesma: realizar vários jogos e desafios para que seus moradores se divirtam e possam ganhar prêmios como avatars, buttons e muito mais dos seus animes preferidos! Recentemente o Senbonzakura passou por uma grande reforma, tornando-se mais versátil e acolhedor! Nosso andar mais recente é o que eu administro, o de Naruto/Naruto Shippuuden ^^ Temos vagas abertas em todos os andares no momento, por isso venha se divertir conosco!~

    Mitsuboru [ Equipe Senbonzakura ]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KAISOO >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>. ALL DLHDAJDAJDKLA
      Claro que como meu bias é o Kyungsoo e EXO é uma suruba eu leio e vejo de outros couples, mas meu OTP continua sendo KaiSoo <3

      E Mitsubou, obrigada pelo convite mas eu não participo de blogs de prédios; por falta de tempo principalmente. Malemá tenho tempo de fazer posts e responder comentários, quanto mais fazer as missões JDJDKLAJDLJDL Thanks anyway!

      Excluir
    2. Ae manola \o/
      Nossa cara, sua patroa parece mó chata (pra não falar palavra pior). Nem faz tanto tempo que você entrou e ela já quer que você manje das paradas ninjas! Que mulher nada a ver.
      Mas então, falando dos bangs yaoi, eu acho que nunca li essas tias aí. Mas vou procurar certinho.
      Geralmente eu tento não ligar muito pro traço (as vezes funciona) mas complica se nem a sinopse me chamar a atenção. As vezes nem o primeiro capítulo me convence a continuar lendo. Mas já faz meses que eu não li cap de qualquer mangá. Quero nem ver o quanto que ta acumulado...
      Eu acho que ficaria chateada, depois com raiva e depois "fds essa mulher".
      Acho esse negocio de brigar por ship muito coisa de gente com pouca fanfic/manga pra ler. Não gosta daquele casal? Ótimo, você não é obrigado a ler e sobra mais pra mim.
      Agora deixa eu ir lá ler mais fanfic yaoi~
      Até qualquer dia desses meiano o/
      (Tinha feito o comentário e essa porcaria de celular apagar antes de enviar! Depois jogo essa droga na parede e ninguém sabe porque!)

      Excluir
    3. JÁ FIZ ISSO DE DIGITAR UM TEXTO NO CELULAR E APAGAR E ~CHORA~
      Daí eu parei de comentar pelo celular (embora funcione) por medo de perder meus textos LKJDSKDJKSLADJAKDA aka comentários, enfim.
      Cara, minha patroa é legal mas ela quer as coisas muito depressa e não pára pra me explicar melhor. Eu pergunto e ela fala "a (funcionária antiga) não te ensinou?" ou "o que você não entendeu" (com uma voz de deboche tipo "mas isso é tão óbvio!")... É foda; porque daí eu desisto de aprender também e falo "entendi tudo, obrigada". Sendo que tem coisas que eu fiquei ligando pro povo pra perguntar (até mesmo pra antiga funcionária). É tenso mano lol
      Mas acho que eu vou sair desse emprego, tá dando muito certo não. Levo muito esporro na cara pra uma mulher que nem me explica as coisas com clareza e quer cobrar. LOL

      Sobre os ships: MANOOOO tem tanta fanfic doujinshi etc de tantos ships com as mesmas pessoas de um grupo/animê/série e o povo fica de mimimi LOL chorie. Eu só fico de mimimi pra quando é defender, e ainda mais é na zoera XD (tipo sabe a Fleshongo que shippa Wil x Hannibal na tl?? Então, eu odeio o ship porque o Will claramente ~odeia~ o Hannibal e o Hannibal só fez meu precioso Will Graham sofrer e eu fico toda ç---ç'' com ele </3 KJDHAJDKAHHADÇSHADKJÇHDKAHDKJAHDKJAADJK

      Beijos Yssa-chan!!

      Excluir
  3. Feliz dia do yaoi MUITO atrasado >.< Realmente, notei que este ano está a ser o mais produtivo em termos de animes yaoi ou, pelo menos, em que dá para shippar muito (assim sempre se inclui Free e afins), e embora seja o meu primeiro ano como fujoshi, consigo sentir-me rejubilar completamente a cada vitória que compartilho com as outras. Morri de rir com o tumblr que mostra vários defeitos do yaoi, não apenas as mãos gigantescas do seme mas por vezes todo o corpo, a falta de proporção e os membros dobrados em ângulos impossíveis. Essa anatomia... ;) Não conhecia Naono Bohra, mas vou já começar a ler - você é uma boa argumentadora, sabe? De quase todas (se é que não todas) as resenhas e críticas que vi aqui, tenho adicionado todas na lista de animes/mangás para ver. Isso desde a altura em que eu rondava pelo blog sem comentar. Também não conhecia a segunda autora, achei relativamente similar aos traços da de Junjou Romântica, mas também notei várias diferenças. Esse seu "post bagaçado" na verdade é muito animador. E até eu já estou irritada com o seu serviço. Vá, eu estou a estudar (não sei como é no brasil, mas aqui estudantes não trabalham nem nada), mas a escola também me ocupa sempre imenso tempo e nem sei como é que me aguento com o blog. E depois, entendi exatamente a sua frustração de quando lhe mandaram ler o papel e você não entendeu, com os procedimentos de Físico química muitas vezes acontece-me o mesmo, porque aquilo só diz os objetivos, não como realizar a experiência passo a passo. E não adianta de nada mandar ler se não estiver lá a informação que é preciso. Mas a verdade é que isso nem é assim tão irritante, está mais para aborrecido. Eu era mais emotiva há alguns anos atrás, agora sinto-me até um pouco fria, não que não me importe com as pessoas (bastante pelo contrário), mas já não sinto tanto coisas como ansiedade, nervos, alegria, tristeza... não com a mesma intensidade. Agora estou numa onda de "deixa acontecer". Dou o meu melhor, e isso basta. Mas não vale apenas desacreditar das coisas boas, elas existe, o mundo tem esperança, vamos pensar positivo e ler yaoi que é uma excelente maneira de passar a vida ^^ Jaa ne!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeriamente: desculpe a demora em respondê-la (apesar de ter lido logo que foi postada o comentário)~ HAHA, eu sempre digo que os traços de Yaoi são lindíssimos, mas ele também - infelizmente? - é famoso por sua anatomia nem sempre tão proporcional ao que deveria ser. É como se fosse vários traços da Clamp espalhados por aí, mas influenciando principalmente o Yaoi. Geralmente, a história compensa -q
      O seu blog também é muito bom! Nem sei como não achei ele antes, affz. Já vi vários animês que voce indicou por lá, apenas não estou tendo muito tempo e nem meios para comentá-los aqui no meu blog XD
      Os estudantes aqui do BR GERALMENTE já trabalham pelo primeiro ano do ensino médio, ou fazem curso que é teórico, e te ajuda botando o estudante a fazer horas de trabalho como "aulas práticas" (mas é bem puxado). A maioria são de graça, também 8D Mas eu não fiz por falta de vontade -qq
      E esse exemplo que você citou é exatamente desse jeito! hahahaha~ Já passei por várias coisas assim na escola, mas sempre tive muito esforço e consegui aprender, até porque não é nada tão impossível. Agora aqui já é assunto que mexe com coisas delicadas - dinheiro, cof cof cof- kkkkkkkkkk
      Dê o seu melhor, e sei que, pelos seus textos tem muito pé firme no chão na realidade, mas nem por isso deixa de gostar de um bom livro, animê ou mangá; ou fanfics. E também que poe muito sentimentos da vida, assim como eu acabo fazendo por demasiado EHOAHEOEHAOEHOEOA As coisas boas existem, e eu aprecio até o "bom dia" que recebo quando estou varrendo a calçada pra começar um dia de trabalho, de algum passante.
      Obrigada mais uma vez pelo comentário carinhoso e verdadeiro, kissus!!

      Excluir

Postar um comentário

Regras:
- Comentários serão publicados de acordo com o que a moderação liberar na análise, portanto, siga as regras.

- Sem SPAM / Divulgação / Propaganda do seu blog somente deixe o link APÓS o comentário.
- Pode palavrão, e essas porras todas aí, free internet. Porém, tenha o bom caráter de não comentar somente por hate, porque, bem, não irei publicá-lo (risos).
- Agradeço tua visita e sempre estarei disposta a dúvidas ou correções (sério, se virem algo errado no post, me avisem!!). Irei avisar se eu editar o post corrigindo.

Postagens mais visitadas deste blog

Hunter x Hunter (2011) - E o inesperado acontece!

Animes Yaoi -kawaii, sem shota, sem violência, Puro-

Dia do irmão