Selo de amizade WOW -fantastic baby~~ + devaneios

Tá, parei com o WOW fantastic baby.
Olá! Eu nem ia postar nada até a semana que vem, pra apreciar mais o post do Freddie, que ele posta coisas a cada milênio -Q
Enfim, Freddie, muito obrigada por aparecer aqui, e claro, opinar sobre esse anime que eu aindanão vi mas eu quero ver agora -WTF ...

Enfim, lá vai eu com minhas alokas coisas: Recebi um selo muito fofo de amizade da Orihara Izako do blog Kira Kira Ribbon ^^ O selo consiste em basicamente isso: (~le Ctrl C Ctrl V):
Link do blog: http://kirakiraribon.blogspot.com.br/
 (isso aqui é o que ela disse: Esse selo é muito especial, mesmo que você não tenha recebido ele de alguém, você pode pegá-la e dá-lo a pessoas tão especiais quanto ele!).
Então, é isso.

 Sinceramente não tenho a quem indicar isso aqui no Blogger. Então minhas sinceras agradecimentos para Orihara Izako-san >.<


*se alguém ficou decepcionado comigo por não ter passado o selo, fazer o quê ToT*


Mudando de assunto! À Tsu-san, muito obrigado por ter comentado. Eu espero que mais Otakus possam falar algo à respeito. Otakus precisam de mais gênio forte e deixar de criancisse. Não criticando, sério. Maaaas para quem lês os comentários do AniTube sabe bem do que eu falo (~le pessoas xingando por nenhuma razão, mas na hora que tem de ser falado, cadê?) ...

Eu ainda espero que alguém goste mais do meu blog. Teve um anônimo que eu juro por Deus ser o Freddie (desculpe, mas você tem esse senso de humor negro U.U) falando barbaridades U.U Não precisava ofender, né Anonimo-san ToT
Assim fico depre~~ (mentira).

 Olha, eu me contento à escrever somente sobre "resenhas/sinopses" de anime ou coisas que eu gosto aqui no Blog. Se eu um dia resolver falar de coisas realmente aleatórias, ou minha opinião mais ou menos (o problema é que eu sou tipo Sócrates: Vou dar minha opinião, e acabo querendo que o cara do lado faça a mesma pergunta para si mesmo e me fale sobre ela U.U) sobre coisas que eu vejo por aí? Tem muitas coisas que eu vejo intrigas, que eu me faço de desentendida e chata às vezes, mas eu sou eu, e por isso falo barbaridades. Hoje eu estou cheia de barbaridades. Salvo à condição de gripada, eu estou muito bem disposta para escrever um livro só falando diálogos comigo mesma. 

Hm, o que mais iria falar? Bem, hoje é só devaneios mesmo, se não quiser ler sobre mim, está avisado >.<

 
Eu odeio quando me falam que estamos causando alvoroço por demasiado em certas coisas que deveriam ser discutidas por debaixo dos panos. Mas também, eu quase nunca abro a boca para falar nada, e quando eu abro, são raras excessões. Espero que quando vocês me virem opinando realmente sobre algo, é sincero aquilo, não para causar alvoroço, muito menos para seguir as outras pessoas com aquelas mesma opinião.  Sempre terá aquelas pessoas que irão julgar, e terão aquelas pessoas que irão julgar as julgadoras, entende o que eu falo?
Bem, simplificando: Todos julgam. E aí me falam para parar de falar isso, porque isso é um fato derídico. Mas particularmente eu não falo isso meramente para dar um fato. Falo para que, de certa forma isso é necessário para a pessoa crescer. Sempre terá aquela diferente, ou pelo menos, aquela que as pessoas acham que são diferentes. Não somos diferentes por gostar, por querer ser aquilo, ou por algo que ocorreu no passado. Somos assim por que somos, e isso é o mais intrigante que me mata até hoje na hora de explicar. Não é uma coisa fácil, mas ver os seus erros é uma forma de você ter olhos para você mesmo e para o que vier. Eu odeio textos como esse, por exemplo. Textos que falam coisas que todos sabem, mas o natural de alguém é escrevê-los, porque poucas pessoas expressam suas opiniões que pensaram realmente antes de argumentar.  
Sinceramente eu perdi agora a linha do pensamento, mas já que digitei tanto, irei publicar pra ver se dá em algo. Como muitos me conhecem, sou uma pessoa mais aloka nos posts, mas eu tenho minhas manias, minhas falhas e meus argumentos para aquelas coisas que eu odeio.
 Não sei se para vocês façam alguma diferença, mas eu gostaria de perguntá-los: (claro que aos Otakus, esse blog é mais Otaku do que tudo LOL)

Vocês já pararam um pouco de falar e gritar "quero ir para o Japão, é o meu sonho, eu amo o Japão" e abrir um livro? Já pararam de assistir animes e estudaram Nihongo? Já procuraram o que fazer da vida? Muitos que me conhecem, sabem que eu não tenho nenhuma meta para faculdade, nem nada. Mas quero ir para lá também, eu tenho meus motivos. O que eu quero dizer são para aquelas pessoas que falam exageradamente essas palavras. Geralmente são Otakus que mesmo quando estudam, enfiam o tema "Anime" no meio da conversa, e isso me irrita.
Como eu disse, é totalmente pessoal essa postagem.
Estou escrevendo agora para eu mesma resposnder essa pergunta agora. A conclusão que eu cheguei foi a minha veia que não permite falsidade, brincar com coisas sérias aqui.
 Sempre tem gente que irá falar absurdos (que retomamos aos julgamentos do assunto passado) e dizer para desistir. Nunca desistiremos, certo? Talvez.

Com tudo isso que eu disse, a única coisa que eu realmente quero que vocês aprendam a mais nos seus conceitos (não incrementar esse meu conceito meio aloka sobre OTakus me enchendo o saco por eu ser descendente de japones, mas enfim, é sobre ter mais uma visão ampla da suas metas e utilizá-la para seu bem) é que mesmo se vocês começaram a gostar do Japão pelos animes e mangás, lá não é só isso.
É uma coisa completamente diferente. A primeira coisa que vocês gostariam de começar é aprendendo a língua japonesa, essa é a lógica mais comum. Mas nessa hora, precisamos ter um pouco de bom senso para não confundir a realidade e a fantasia. Você pode pegar os animes (e eu recomendo esse método) para treinar os ouvidos, tentar entender as falas dos personagens durante dua aprendizagem da língua, mas não misturar isso muito, e no meio de uma aula (mesmo que seja por internet) gritar "prefiro falar daquele jeito de japones, porque meu personagem de anime falava assim". A coisa não funciona dessa maneira, e eu provavelmente acho que todos tem essa consciência.
Sei que muitos, assim como eu, fala brincando alguns absurdos e às vezes somos interpretaods de forma errônea, então para que brincar, se podemos ser sérios, e rir disso? O que ganhamos em ser sérios? Para responder essa pergunta, nada.
Mas ganhamos conhecimentos, opiniões, uma visão diferente do que o público tinha até então sobre o que dizemos gostar. É assim meio utópico, mas cada um faz o que pode.

Gostar de animes não necessariamente faz você gostar do Japão. Isso é um fato. Como eu gostar de um desenho ou uma literatura inglesa não faz eu gostar necessariamente de lá. Todos somos diferentes, então quando eu falo coisas assim parece-me sem sentido.

 Não precisam pensar nisso tudo o que eu falei até você ter uma consciência do mundo em que vive. Isso eu estou meramente falando para... Bem, digamos.... Idiotas?
Soa extremamente idiota eu falar isso, mas realmente HÁ pessoas em que se eu não der uns tapas na cara, o povo não acorda e pára de me atazanar a vida. E nem me venha dizer que não tem, porque tem e eu conheço alguns HSUAHSHAUSHAUHSAUSHAUSHAU Q


Por ultimo, não deixem seus sonhos serem despedaçados por argumentos que pareçam fazer sentido!! (moral da história, mesmo se algo pareça fazer sentido, não acredite, mas não perturbe o próximo -no caso, euzinha- com idiotice própria).


E bem, quem está vendo Kuroko No Baske? É um anime em lançamento, não sei quantos episódios virão, mas eu estou adorando muito. Espero que tenham a oportunidade de assistí-lo, e muito bom anime/mangá \o


Kuroko no Baske
Bem, esse é um anime que eu estou esperando todas as semanas por seu lançamento. Fora isso, não estou assistindo mais nada (pelo que eu me lembre). Mas ontem eu li um mangá shoujo, depois de muito tempo evitando um ^^


O mangá foi Ren-ai Shijou Shugi (mangá shoujo). Conta uma história totalmente aloka, bem apimentada, cheia de revitavoltar e muito sexo. Eu nunca li algo realmente com a temática do sexo explicito e sem rodeios como esse mangá, e como eu leio muito yaoi, nem fiquei lá muito chocada. Mas crianças, tomem cuidado! É +18, por isso verifiquem se seus pais estão por perto na hora de lê-lo! HAHAHAHAHAHAHAAHHH


Eu baixei aqui: [LINK]...  A sinopse está tudo no link ^^ 


Então é isso! qualquer coisa (dessa vez eu aceito umas tijoladas, com tudo o que eu disse) me mandem comentários ^^ Essa foi apenas uma coisa que eu estava pensando na hora que eu escrevi, sem roteiros, muito menos rodeios. Todos tem uma opinião diferente de todos, e eu creio que todos (ou muitos) Otakus irão discordar comigo em muitos quesitos. Apesar disso, apreciem ^^ .




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hunter x Hunter (2011) - E o inesperado acontece!

Animes Yaoi -kawaii, sem shota, sem violência, Puro-

Dia do irmão