Zankyou no Terror

E aeeee!! Passaram bem o ano novo? Estou super atrasada, mas espero que vocês não liguem. Estive bem "ocupada" o final de ano: Bem doente, bem mal e bem gorda; afinal o que mais fiz foi dormir e comer. Tive férias coletiva do trabalho, então basicamente mesmo tendo o maior tempo do mundo para voltar a escrever algo no blog acabei nem vendo nada de interessante muito menos postando algo aqui. 

De volta ao serviço dia 05, estava a procura de algo que me interessasse e fosse animês para eu poder falar aqui aleatoriamente, porque eu simplesmente desisti da minha meta de comentar os animês da temporada. Estou com um projeto com o meu amigo para montar um site que seja de resenhas também, estou animada e espero que dê certo, pois uma coisa que eu gosto bastante é escrever com metas e tudo mais. Pois saibam vocês que mesmo eu não postando nada aqui, eu não morri e continuo vendo e lendo mangás e animes tanto quanto antes. Acredito que até mais do que antigamente hahaah~

Deixando o lenga-lenga de lado, venho aqui trazer um anime que o meu amigo do twitter @andre_pn6 indicou outro dia: Zankyou no Terror. Eu notei ele basicamente toda semana saindo na temporada passada mas eu nunca vi porque eu via pelo celular, e a imagem e a sinopse do aplicativo que eu uso simplesmente não era nada convidativo. Explicando melhor, eu achava que era um anime sem pé nem cabeça e que não fazia o menor sentido. Como me enganei, puta que pariu.


Sinopse: Num dia de verão, um bombardeio terrorista subitamente atinge Tóquio. Descobre-se que os culpados por trás desse ato que acordou a nação do seu sono complacente são apenas dois garotos. Agora, os culpados, conhecidos como “Sphinx” (Esfínge) começam um grandioso jogo que engloba todo o território japonês.


Esta obviamente não é a sinopse que eu vi em vários sites e que NADA tem a ver com a história real da bagaça, e muito menos dá a sensação de algo bom. Como conta a sinopse acima (créditos à PUNCH fansub e ANITUBE) os dois garotos bombardeiam um lugar de Tóquio, começando assim um grande jogo de gato-rato, onde as presas são eles próprios e a polícia corre atrás antes do relógio das bombas atingirem seu toque final. 

Os dois garotos no começo são apresentados como estudantes normais transferidos de uma escola, porém até o episódio final você acaba vendo que os nomes são falsificados e eles apenas tinham um objetivo a cumprir na escola, por isso a "transferência" (de lugar nenhum, afinal eles não são estudantes). Nomeados como "Nine" e "Twelve" (nove e doze, respectivamente); os dois começam o primeiro bombardeio que envolve o cenário de uma excursão escolar em que eles estavam. No meio da zona de bombardeio, Twelve e Nine acabam envolvendo uma garota da sala do Twelve em que ele ficou particularmente interessado, e a partir de então ela é inserida de uma forma meio estranha na trama e que no final faz você chorar o quanto é triste, lindo e simples a amizade dos três.

Twelve e a garota, que se chama Lisa são mais próximos e no decorrer do animê, mesmo sem querer, Twelve se envolve sentimentalmente com a garota (não de forma romântica), o que contradiz com os planos dos dois, pois o objetivo envolve bombardear uma o Tokyo. 

Voltando à trama: O primeiro bombardeio que foi o estopim para a relação entre Lisa e os dois garotos começarem teve um aviso: Twelve e o Nine postaram um vídeo no youtube (ah vá) como um aviso à Tokyo. Não foi uma chara em si como começa a acontecer posteriormente, mas é o primeiro passo para a polícia ficar na mira de quem são os autores tanto dos vídeos quanto dos bombardeios. Com o apelido de "Sphinx", enquanto os vídeos são postados, a polícia correndo contra o tempo e quanto sua própria sabedoria; um ex-detetive se interessa muito por esses atentados terroristas, e é aí que o negócio começa a ficar interessante.

Uma coisa que eu acho que o anime pega e explica bem é que não é como em diversos animes e séries que para o telespectador entender o que está rolando na cena os médicos/especialistas conversam entre si explicando os negócios QUE ELES MESMOS JÁ SABEM, porque as charadas em si não tem nada muito ligado à cultura japonesa e que envolve apenas nas áreas em que o "detetive" se destaca e por isso que ele consegue resolvê-las. Ninguém sabe de fato do que as charadas são baseadas e é nisso que ele para e explica de uma forma bem clara sobre o que são, porque não é só para explicar para quem está assistindo, mas também para convencer os seus colegas a irem atrás das respostas das charadas que ele descobre. Não consegui encaixar no texto uma forma de apresentar o nome desse detetive, mas o nome dele é Shibazaki e lembrem-se dele porque ele é uma peça fundamental para a trama.

Twelve e Nine
O que eu mais gostei: As charadas que são tipo quebra-cabeças, algumas coisas se interligam para o grand-finale da coisa toda. Em nenhum momento Nine e Twelve assassinam alguém, portanto tenham em mente que por mais terroristas etc que a trama envolve, não é aquele clima de pancadaria e que todos tem que se foder lindamente para ter alguma ação. É uma ação bem diferente do que eu estava vendo nas temporadas que eu vi e que me intrigou principalmente pelo laço forte, que não é nem mais amizade, mas como irmãos do Twelve e Nine. Chorei pacas no final, mas não quer dizer que foi O FINAL MAIS TRISTE DO MUNDO até porque ele é blow mind, pelo menos para minha pessoa que não sabe como iria terminar até... Bem, até terminar.


Em contrapartida, o que mais me chocou foi o porquê deles fazerem tudo isso e a soliedariedade de alguns personagens, e que nem tudo é aquilo que parece. O passado do detetive Shibazaki também é contado e com isso a trama vai se enchendo de histórias que se conectam, e que mostram que as pessoas tidas como vilões na verdade são algo muito além disso. É um animê que eu gostaria que vocês tirassem um tempinho afinal são apenas 11 lindos episódios para ver, porque eu achei muito lindo nine me come seu limdo
Aliás, elogios que eu tenho que fazer para a animação. Não vi coisas grotescas like luta de naruto vs pain, e muito menos as explosões e as cenas de "ação" deixaram de ser boas. Eu gosto muito da arte que é produzida, embora não saiba o estúdio vocês já devem ter sacado o traço de animação um pouco mais magro e tudo mais. ADOROOOOO <3

FICHA:
Título: Zankyou no Terror
Episódios: 11 (Finalizado)
Ano de lançamento: 2014
Categoria: Psicológico, policial (na verdade eu não sei direito que categoria é HUSHAUSAD)

Bem, espero que vocês possam assistí-lo! Aliás para quem ficou curioso qual foi a sinopse que eu li que eu não fui ver o animê, é esta: 
QUE SINOPSE RUIM, CARA. COITADO QUE QUEM ESCREVEU, ACHO QUE NÃO ASSISTIU O ANIMÊ. NÃO POD CE REA1. UYFLGIOHAJPDASDGYFLGDIOPJDOKSADJSIDUGYFASLUDSAIGÇODHIAPJOKDÃ















Enfim... Fiquem com o lindo do Nine. Te adoro <3 *eu novamente tendo ataques por personagens lindos pálidos, magros de cabelo preto e óculos. Acho que é uma doença cara. HDHDKJAHDSHDKJ Ok bjs tchau, até breve.*

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hunter x Hunter (2011) - E o inesperado acontece!

Animes Yaoi -kawaii, sem shota, sem violência, Puro-

Dia do irmão