Sobre o termo fujoshi e coisas do tipo

Falei que eu ia resenhar os animês da temporada passada, mas acabou que eu não tive tempo, mas fiquei postando no Yaoi Toshokan. Milagre, não? Enfim... Hoje trago um post meio "falado", não é especificamente sobre algo (embora o tema seja relacionado à fujoshis e o termo Otome)...


Fujoshis, pra quem vive no mundo da lua (porque nós dominamos a internet de uns tempos para cá) é referência à um significado japonês que é, em uma tradução BEM livre, "garota podre". Somos nós, a comunidade que faz você entrar no facebook num sábado de manhã, e ver uma fanart SasuNaru numa páginade Naruto. Somos nós, que queremos a homossexualidade presente em diversos animês, independente do gênero.
Mas nem tudo que é falado por aí é verídico...



Não, não somos as "otomes"! Ou melhor, vamos dizer a verdade: Somos o lado oposto da parte "otome" (em referência ao significado que o termo adquiriu no mundo otaku, como sendo o "feminino" do termo Otaku); não somos a garota perfeitinha, ajeitada, bonitinha, tímida e inocente. Não, somos aquele grupo de desleixadas, que gosta de ver uma bela putaria, mas ao mesmo tempo em chorar lendo histórias dramáticas (mais que A Culpa É Das Estrelas!) e que eventualmente em sua fase de descoberta, produz e consome o produto: Yaoi/BL.

Exemplos de como nos confundem:
01 -  https://www.facebook.com/Nao.Nasci.Heroi/photos/a.434259239957100.99910.433165983399759/769906086392412/?type=1&permPage=1
(esse de cima é o que me fez fazer o post) O exemplo acima ainda vai um pouco, porque eu não sei qual a finalidade da autora em fazer essas versões super gay! Mas sinceramente, qual fujoshi faria desenhos assim e não botar fanart yaoi no meio? É a arte da pessoa, eu visitei o perfil e o traço é delicado e lindíssimo assim mesmo, não tem nada que relacione ao universo yaoi.

02 - http://otakudificador.animerda.com/2014/10/agora-as-fujoshis-foram-longe-demais.html
O Otakudificador/Animerda sempre confundiu, sabendo ou não, os termos otome e fujoshi. Vivo vendo posts que relacionem como se as duas coisas fossem iguais, apesar de como eu expliquei, são os extremos opostos do que são.

Por último gostaria de frisar que SIM, fujoshis são um alvo MUITO GRANDE, às vezes chegando a ser maior do que o próprio público-alvo (os garotos com shounen, por exemplo) da série. E por consumirmos muito, acabamos por produzir muito material do ramo, então é super normal vocês já estarem acostumados com alguma fanart solta por aí. O que vem a mentalidade antiga (ou recente?) dos otakus com retardo mental que fazem um texto gigante no facebook apenas para difamar e/ou insultar a fanartista ou quem produziu o material, sendo que por muitas vezes o material vazado em outros sites (principalmente páginas de facebook de animê) não foi permitido pelo autor do conteúdo, sendo assim uma publicação que acaba levando muitos artistas à excluírem seus trabalhos da internet.

Então amigos, se o que é ruim pra você, muitas vezes não conta muito por causa do grande público. Duvido muito que Kuroko no Baske tenha tanta fama no tumblr e no facebook se não fossem as fujoshis consumindo o material que vocês tanto prezam, o que seria de Kuroshitsuji então se não fosse o consumismo exagerado da gente? E isso tudo porque nós temos certeza de que SIM: os produtores nos vêem como minas de ouro, já que o público normal apenas vê um animê comum ali, sem casais ou romance. Já nós, temos OTP, ships, fanfics, fanart, artbooks, bonecos, e tudo isso com muito fanservice que é pra coisa render muitas$$$$ compras por aí.


Somos fujoshis, sim! E bem... Estamos pouco nos fodendo para o que acha de nosso material lindíssimo chamado fanservice e Yaoi, mesmo onde não há.
Lembrando que há revistas e editoras gringas que publicam yaoi, ou seja: pra você ver que embora tenha muito mimimi envolta do gênero, ele rende, e rende bem! Títulos na oricon, capa de revista, animês sendo produzidos, além de CD Dramas, tudo material YAOI OFICIAL! Sem as doujinshis (tipo material que fã faz porque geralmente o OTP não pode ficar junto na série normal LOL).

Beijos, queridos... Até a próxima YAY

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Hunter x Hunter (2011) - E o inesperado acontece!

Animes Yaoi -kawaii, sem shota, sem violência, Puro-

Dia do irmão