Vlogs de Kpop, Otakus brasileiros + Minha opinião

Olá pessoal! Bem, hoje o post vai ser como daqueles que eu fazia antigamente, TOTALMENTE CRU, COM A MINHA OPINIÃO. Portanto, deixo bem claro que qualquer coisa que eu escrever, será totalmente a minha opinião. Não é o que eu acho, mas o que eu vi e o que eu conceituei sobre. Deixo bem claro também que não estou ofendendo ninguém, muito menos tentando falar que o que as pessoas dos vlogs estão erradas. Talvez, ou melhor, com certeza terão pessoas que discordarão comigo em vários aspectos e quero me desculpar por algum transtorno. Não é plágio de vlog tambem, pois eu estou 'meio que' divulgando-os. Não sou os hater's desses vlogs, apenas vi hoje esses vídeos, e uma coisa que eu não consigo é ficar quietinha enquanto eu tenho um blog e algo para falar. Se você via meus posts antigos, sabe muito bem que eu falo minha opinião crua mesmo, mas sem ofensas. (EXCETO: POST DO MAURICIO DE SOUZA).

 OBS: Alguns desses vídeos, (eu ainda não sei quantos vídeos eu irei falar aqui, então por enquanto, enquanto eu estou escrevendo isso terão exatos 2 vídeos) que foram divulgados no OtakuDificador e sim, foi lá que eu vi 2 desses vídeos. O outro terceiro, foi um aleatório mesmo que encontrei. Mas mesmo assim, eu sou aleatória, então tudo bem =D

Também um último aviso antecipado, dedico ao blog BLOCO KPOP, porque esse post irá falar de Kpop também, e TALVEZ eu acabe falando algo que soe como algo ofensivo. Minha intenção não é essa, pra avisar.

Assim, minha visão é um pouco de tudo. Eu entendo que aqui eu vou estar sendo um pouco ignorante, porque eu vou "socar" em um post só mais de três opiniões diferentes. Eu respeito muito todas elas. Cada um tem o seu próprio jeito, mas o meu é um pouco mais diferente, e é isso que vocês irão ler agora =D Espero que gostem, ou bem... enfim.



Primeiro o vídeo desse cara maroto muito daora! -q


Eu concordo e ainda indico assistir esse vídeo. Não seja um mal Otaku e nem uma má pessoa para não saber que: Esse vídeo é dele, com a opinião dele. Olha o que ele disse, ele já foi em eventos, usa aquelas touquinhas, e vê por olhos claros do gosto dele o que há de "bagunçado" nesse mundo brasileiro cheio de descendentes japoneses, com Matsuris na cidade e alguns eventos de Anime. O que eu mais gostei desse vídeo foi o que ele separou bem: Matsuri de evento de anime.
Quantas incontáveis malditas vezes eu já vi COSPLAY NA LIBERDADE - SP? Meu Deus, aquilo era de cegar. O sujeito Otaku, muito de boa na lagoa, compra seu lindo Cosplay e vai para o lugar que mais tem chineses, japoneses e coreanos de São Paulo, e ainda de Cosplay de Itachi? Você claro, pode ir lá para comprar mangás (eu ia para lá com esse intuito), sua camiseta, sair de lá com sua camiseta Otaku, mas querido Otaku, meu camarada bondoso, lá não é lugar de se exibir sendo um idiota. Já vou dizendo que essa como podem ver é minha opinião crua mesmo. Lá é um lugar muito bom para comprar utensílios japoneses e chineses; eu mesmo já comprei uma panela importada de arroz lá porque a de casa tinha quebrado, e no meio da loja, é sério, não é nada legal você encontrar outro Otaku e ficar conversando sobre animes com vários sacos de arroz em sua volta. Ah, isso se chama "vergonha alheia", se não me engano '-'
Já nos casos de Matsuris; vocês sabem ao menos diferenciar que, a maioria do povo que vai em Matsuris são tiozinhos japoneses de verdade, que querem matar a saudade de comer alguma comida japonesa de Matsuri ou dançar a dança do local? Ou ainda pensam que podem fazer encontros Otakus com Cosplay e com touquinhas? Claro, a galera jovem que mais curte a parte oriental são os Otakus, mas a imigração japonesa com certeza, vocês podem ter certeza, não foi porque eles estavam fugindo de Megazords nem de PedoOrochimaru's e nem estavam caçando Akuma no Mi's quando vieram para o Brasil.
Eu discordo em partes desse vídeo, mas eu deixo passar porque o que ele falou não é para concordar ou discordar, que foi a parte da opinião dele. Generalização é necessária sim nessas horas, pessoal, então respeitem e criem energia do Muppy sagrado para deixarem seus cérebros funcionarem!
Sobre os cosplayers e cospobres; cada um tem um intuito, né gente? Mas responsa aí na hora de fazê-los; pois um é humor totalmente público e o outro é um negócio mais legal, mas tem gente que se acha no evento só porque é o clone do Luffy, algo assim.



Credit de http://otakudificador.animerda.com/ porque eu vi esse vídeo lá. Bem, esse, como no post do OtakuDificador, não tem o que comentar mesmo.
Mentira.
Esse vídeo eu concordei em 99%. Serio mesmo, esse cara é foda e ele disse muitas coisas muito boas para alguns Otakus se derem conta, principalmente no que se refere aos preços dos eventos e mangás, ou aos títulos que vem sendo publicados aqui no Brasil. Tudo é importante você estar bem conscientizado, porque senão as editoras e as organizadores passam a perna mesmo. Muitas pessoas (inclusive eu, não nego) reclamam hoje em dia de ter muito povo que nem são Otakus em Animes Friends e Dreams. Agora pensem comigo: Vocês estão sentindo o próprio veneno. Vocês, Otakus inconscientes dessas coisas fazem a mesma coisa quando vão de chapeuzinho de Mário ou BANKAI de Ichigo pra um Matsuri, o que mudam são as situações que geram depois, mas basicamente é a mesma coisa.
Eu gostaria de pedir tambem para que não comentem coisas como "ah, mas você é muito hater mesmo, nem deve ser Otaku, sua POSER!". Bem, eu sou hater de pessoas que comentam isso. Primeiramente eu não duvido nada da minha autencidade como Otaku, eu sou bem fanática mesmo. E sou meio alienada nessas coisas, eu não me importo em comprar mangás, ir igual uma besta em eventos, porque é tudo diversão. Mas também são nessas horas que mais esquecemos que nem tudo o que a gente quer, as editoras pegam pra vender. O capitalismo, gente, capitalismo, isso resume muitas coisas que eu disse.
Mas nem se importem muito com isso, o importante é a diversão, e que não seja como esse cara do vídeo disse, um "Otaku fanático" ao extremo, só isso mesmo. É mais pra divulgar esses dois vídeos, são bons porque HOJE EM DIA, muitas coisas contam como um Otaku deve agir etc. Eu penso que Otakus agem como quiser, CONTANTO que não atrapalhe e nem contranja ninguém ao redor, muito menos o Otaku ao lado =D

Se você gostou dos vídeos e até agora não está "puto da vida" comigo, por favor prossiga a leitura. Se você já está quase querendo me matar pelo o que eu falei sobre esses vídeos, POR FAVOR FECHE A PÁGINA AGORA. POR FAVOR.




Por que eu disse aquilo no começo antes de colocar este vídeo? É porque agora que "a porra fica séria". Eu vou quase que mutilar essa garota em alguns aspectos. Mas tudo é minha opinião, se você discorda, a caixa de comentários está ao seu dispor para compartilhar suas ideias para que eu tambem possa lê-las =D
No início do vídeo eu gostei, porque ela fala de um assunto seríssimo que é o Bullying. Mas tudo estragou quando ela fala "K-Bulliyng". Eu não sei se esse termo existe de fato, mas se existir, é outra coisa que eu não gosto. Como ela disse, um documentário de pessoas americanas foram até a Coréia para fazê-lo, e lá mostraram coisas que aqui (ou pelo menos onde essa garota mora) é super absurdo. Queria perguntar em que ano essa garota vive, pois estamos nessa mesmice de "beleza perfeita" faz séculos, Brasil então nem se fala. A beleza Européia é uma das mais apreciadas no mundo todo, pelas características que se consolida esse tal de "K-Bullying", como eu mesma já senti na pele.
Para quem não sabe ainda, eu sou descendente de japoneses e tenho olhinhos puxadinhos >.<

Owwwnt, que fofo, né?

Fofo é o caralho.

Quando eu voltei para o Brasil, eu estava na segunda serie com 7 anos de idade. E a primeira coisa que eu experimentei, foi o tão falado Bullying, maldito Bullying, que na época era apenas uma "chacota" que os meninos e meninas faziam sobre eu ter olhos puxados e ser diferente deles. Posso ser chata no quesito de personalidade, mas quase 100% do que as crianças ao meu redor falavam e me zuavam eram sobre minhas características. Eu já odiei ter esses olhos sim; mas claro que eu estou aqui hoje escrevendo porque superei já isso e me acho normal, com feiúra normal, e não por ser descendente de asiaticos. E sabe o porquê de brasileiros me acharem estranhos? Porque vivem vendo revistas onde as modelos tem os narizes retinhos e fininhos, os cabelos sedosos, o pescoço fino, os olhos fundos e expressivos. Isso há anos.

Então já devem estar sacando que eu odiei tudo o que essa garota falou desde o K-Bullying porque falta fundamentação nos argumentos dela. Eu acho que ela mora isolada na casa dela ouvindo K-pop o dia inteiro e nem lê e dá importancia devida aos comentários que recebe. (é, acabei falando mal dela, sorry garota do vídeo, olha o Bullying que tu sofre agora de mim, né? =O)...
Deixando meu sarcasmo de lado, o outro assunto dela foi sobre plásticas etc. Isso é sim um problema e eu acho que é bom da parte dela alertar as pessoas a pensarem muito antes de fazer tal cirurgia, e sobre o Bullying (não "K"-Bullying) que existe, porque isso é um problema social.
O problema é que é um problema social da Coréia. Pode pegar o exemplo da Coréia e fazer referência no Brasil, isso é o mais correto hoje em dia, mas o que ela fez?
Falou que é uma coisa impensável alguém aqui no Brasil chegar e dizer "-Ah, você e gorda, feia, nariz de batata, cabelo ensebado" bem na cara de outra pessoa.
Minha filha, o Bullying existe no Brasil, se você não sai de casa e nunca sofreu nem viu nada, MUITO BOM PRA VOCÊ e tenho inveja danada sua! Só que não fale o que não sabe.
Eu já escutei milhares de "-Japinha não-sei-o-que-lá" e bem na minha cara, de pessoas que eu nunca vi na vida. Principalmente na escola. Se desse eu faria uma cirurgia plástica agora mesmo, pra arrumar meus defeitos, como esses coreanos fazem hoje em dia!
E depois, ela começou a falar sobre algo relacionado ao comportamento japonês e o que isso influencia na musicalidade. Não vou discordar dela, é fato o que ela disse. Mas também irei dar ênfase de que ela é uma verdadeira "kpop-lover fanática", que não abre os olhos para as coisas que não sejam a perfeição dos gostos musicais. 
Eu respeito que ela prefira Kpop ao invés de Jpop, mas veja bem: Muitas das K-bands com carreira "internacional" no Japão foram para lá porque não fizeram sucesso na Coréia do Sul, e apenas alguns são realmente "internacionais". Os japoneses são muito fechados. E são muito cultivadores da ordem, das leiais, da cultura mesmo. A musicalidade é uma delas. Por exemplo você leitor, já ouviu algum Rap japonês? Meu professor (que descende de asiaticos e já foi para Nihon) disse-me uma vez que o Rap do Japão é só pela musicalidade, porque eles seguem a ordem de onde vivem, não é uma coisa mais aberta como o Rap do Brasil, por exemplo. Então isso seria algo a discutir. Mas discutir em como Kpop muda ao adentrar no mundo musical do Japão é uma coisa mais óbvia do mundo de que eles mudem o estilo, afinal eles querem vender mais, e para isso se tornar mais adequado ao Japão é necessário para isso. Depois ela disse que Kpop não fica na mesmice '-'
Todo mundo sabe que (ela mesma disse isso) que na Coréia do Sul várias Bandas debutam, mas não fazem sucesso, muito menos tem alguma musicalidade boa. Poucas K-bands são realmente boas (isso eu estou falando como ouvinte normal, não uma fanática por K-pop que acaba gostando de tudo o que sai na mídia '-'). E eu digo mais: Por terem tantas bandas sendo lançadas, é muito mais difícil você encontrar "o diamante no meio do estrume", entende? Não é porque são varias bandas que serão vários estilos, e também a música "pop" (no geral) não é só a eletronica com batidas viciantes, é a pop mesmo. Diferenciar Kpop e Jpop; quem faz isso são os haters de vídeos, se vocês não sabem. Haters é aquele povo que quase em todos os vídeos que assistem comentam algo como "Lixo"/"bosta de banda"/"ah, aquele estilo é melhor"/"prefiro aquela outra banda"/"Plágio, cópia barata daquela banda".
E nisso entra também aquela conversa de fanatismo exagerado, mas dessa vez de fã de Kpop. Virou modinha. Kpop virou modinha e isso ninguém pode negar. Modinha para quem não sabe é alguma coisa que passa na TV, ou fica famoso na internet e de repente aquelas pessoas, sim, aquelas mesmas pessoas que me condenavam por eu ter olhos puxados vem me dizer "-Nossa, o DaeSung do BIGBANG é tão lindo no Fantastic Baby, ne? BOOM SHAKALAKA, amiga!" ou "-O Taemin é meu bebê, e o Jong é meu marido, sai pra lá sua poser!" ...
Triste, não?
Bem, claro que de novo, eu estou falando que generalizações são necessárias, eu só estou falando isso porque tem gente que não saca a coisa real do que eu estou tentando falar, que é meu ponto de vista. Eu conheço várias fãs que gostam mesmo do Kpop, das bandas, sabem o que gostam ou não, mesmo conhecendo várias bandas. Tenho um 'conhecido' que fazia parte de um site de música e ele sabe muitas bandas, tanto americanas, japonesas ou coreanas, e ele fala na cara dura o que ele acha sobre cada uma delas, ou tenta convencer (já tentou me convencer também XD) as outras pessoas a terem o mesmo gosto que ele pelo fato de conhecer várias bandas. É quase o mesmo argumento dessa garota. Por exemplo, que o estilo musical inteiro de kpop é bom, e diversificado.
Se vocês forem no youtube, e verem os comentários que esse vídeo recebeu, já irá notar que a coisa não funciona bem assim, e que "K-Bullying" não tem nada a ver com gosto musical, é apenas alguma coisa de fanatismo que ela conceituou por gostar de Kpop demais, e ver Kpop demais, e ver coisas ou bandas ruins japonesas demais, e enfim, fanatismo exagerado, e falar coisas que não sabe a respeito; tanto do Brasil, quanto do Japão, colocando os Coreanos em primeiro lugar e achando que com os argumentos delas, que não pode ser visto como mera "opinião sobre algo" vai ser verdadeiro. Ela falou muitas coisas de que nem sabe, e pior: Do próprio País '-'.

Muitos vão pensar: "-Mas é isso que ela quer, gerar polêmica com o que ela disse para ser divulgada". É, pode ser isso, mas o que eu estou falando não é para ela ler, essa é a opinião dela e foda-se, não estou falando pra ela excluir o vídeo nem nada. Mas o que acontece é que realmente existem pessoas que acreditam tudo no que ela falou, e ela falou de cultura japonesa, brasileira como se fosse algo que ela já conhecesse. Nem todo brasileito sabe muito bem sobre o Brasil, ou melhor, sobre os "podres do Brasil".

Sobre a ultima coisa que ela falou (uma das ultimas) foi sobre Kpop x Jpop. Isso já é gosto musical dela, e ela meio que fez a mesma coisa que meu 'conhecido' que tinha blog musical; é argumentar tentando fazer parecer que o gosto dela é melhor; então essa parte é muito inútil para mim falar algo, ela que acarrete os comentários defendendo os gostos de cada um.
Eu sei muito bem que japoneses são fechados, que coreanos adoram meter a barriguinha tanquinho e a bunda na frente da câmera e que cada um tem seus próprios gostos, o que eu quero dizer (resumindo tudo o que eu falei, né): "Não fale o que não sabe".

Muito obrigada se você leu tudo até o final, e gostaria de dizer que eu usei bastante 'sarcasmo' nesse post. Não quero que ninguém vá se fuder, não quero ganhar nada fazendo esse post e muito menos ser hater de vídeos de vlogs. E também não quero de maneira nenhuma ser perseguida por amantes de kpop, jpop; pois saibam que eu gosto dos dois gêneros, dos dois países. E também curto Visual Kei, rock, etc.
E como uma boa Otaku, eu gosto e OP e ED's de animês, são muito boas =D
O que eu mais odiei mesmo foi o vídeo da garota, que disse muito o que não sabe. Eu sempre deixo passar reto, mas queria fazer um post de vídeos que eu vejo por aí (isso é planejamento de semanas, não algo que eu escolhi para falar mal, simples). 
Qualquer coisa, mas qualquer coisa que gostariam de falar por favor, comentem.
Se gostou ou não dos vídeos não é problema meu, comentem nos canais deles, e não no meu blog. Se gostaria de fazer sua versão do meu post, estarei abertas à leituras sim viu? =D

Provavel que a Flávia-san, que adora Kpop leia essa postagem e depois queira arrancar minha cabeça, mas por favor, não quero de maneira alguma ofender os fãs coitados, que acima de tudo, adoram mais as músicas do que os problemas sociais da Coréia, então por favor me perdoe se você achou agradida com algo que eu disse. peço isso porque se eu estivesse realmente puta da vida com a garota do vídeo eu falaria mais de um milhão de coisas que me fez odiar esse vídeo sem noção dela. 

  Bem, eu tinha mais coisas para falar, mas olha as horas né gente? Eu tenho curso amanhã, F-O-D-E-O lol
Ou melhor, eu tenho curso hoje e.e''

E para que não digam que eu sou HATER de verdade e faço postagens todo dia sobre vlogs, eu irei deixar aqui um vídeo que eu gosto muito de kpop. Espero que tenham pegado a essencia que eu quis passar aqui, e não quem é melhor do que alguém. E com isso em mente, tenham um ótimo fim de semana!!




Comentários

  1. Miya-san primeiro vou te agardecer por dedicar o
    post a minha pessoa, e não precisa se desculpar com nada, sobre eu ficar nervosa ou achar que vai me ofender, pois não vai...
    Gosto de você e do seu blog pela autenticidade dele, você não copia o simplesmente você e sua opinião....
    Tenho uma amiga o nome dela é Michele, e eu não te conheço frente a frente, mas sempre digo para minha amiga que quando leio seu blog ou seus comentários me lembro dela e vice versa...
    pois minha amiga é super sincera e eu gosto disso nas pessoas...
    e sobre o k-pop a gente já ate tinha falado disso... quando você disse para mim que curtia um pouco mais não era fã de carteirinha..kkkk
    eu gosto de tudo que se refere a asia, não só do kpop.... embora quando se fala de bandas realmente eu tenho uma preferencia maior.kkkk
    Mas to longe de ser fanática...kkkkk
    vou te dizer uma coisa tenho uma amigo japa !!
    que lindo né !!!
    eu sempre peço a ajuda dele com algumas coisas
    que quero entender do japão, pois foi o primeiro pais asiático que me apaixonei !!! e isso não a substituição, mas as vezes fico P da vida com ele, pois o próprio parece se discriminar por ser japonês (melhor dizendo descente pois o pai é brasileiro) ele sabe falar e tudo já até morou la, mas tem vergonha as vezes de me dizer uma palavra de lá e uma luta para arrancar...
    Acho que ele é assim por que o povo daqui tem falta de cultura e por mais que digam que o brasil é uma pais que aceita tudo para mim ISSO É MENTIRA !!!! pois na primeira oportunidade que tem faz descriminação....
    eu concordo com tudo que você diz, e os videos dos 2 carinhas eles não estão errados não !!
    ser otaku depende de você mas faça o favor a si e aos outros de não avacalhar o termo !!!
    e nem tentar obrigar os outros a aderirem o seu gosto....
    se você gosta beleza se não respeita caramba !!
    e sobre a menina amei o que você : Eu acho que ela mora isolada na casa dela ouvindo K-pop o dia inteiro ... kkkkk
    ri que nem retarda nesta parte... e me pergunto da onde ela tirou o termo "K-Bullying".....
    serio que palavra mais tosca.....
    e sobre beleza em todos os lugares isto existe e para mim aqui no brasil é o pior !!!
    olha lá ela é gorda ou oi baixinha...
    magra de mais ou feia de mais !!!
    o povo daqui só ve a beleza, antes eram as magrinhas que tinham o brasil nas mãos...
    agora por causa da porcaria do Funk que eles consideram como musica aquela merda !!!
    são as popozudas as coxudas e por aí vai....
    as mulheres frutas são a bola da vez !!!
    e como eu disse no começo tenho uma preferencia pelo kpop, mas amo j-pop. rock e por aí vai...
    se Deus me permitisse nascer de novo pediria para nascer asiática, pois ao meu ponto de vista por maiores que sejam as diferenças entre vocês...
    (pois meu amigo japa dizem que os asiáticos não gostam de ser confundidos, nem japa com chines e nem coreano com japa... não sei se isso tem fundamento ) mas amo a cultura o modo como se tratam e como se preocupam com o povo em si ....
    serio quando vejo no jornal que os países asiáticos estão se juntando fico feliz, pois era uma rivalidade que ao meu ponto de vista não havia necessidade ... quando vi num jornal que japão e china criarem uma moeda fiquei mega feliz .... pois mostra que eles estão acima que qualquer preconceito e rivalidade, mesmo que ainda exista um pouco, pois preconceito é uma peste sem fim...
    tenho minhas preocupações com a coreia do norte por ser comunista e não deixar ninguém se aproximar isso é triste mais espero que uma dia chegue ao fim...
    tento aprende a cultura do pais em si para não falar abobrinhas que nem a garota do vídeo...
    Meu antes de falar qualquer coisa tenha indícios de verdade para provar...
    Miya-san amei seu post amo sua opinião e fico triste pela falta de conhecimento do povo
    sobre k-pop e j-pop....
    e sim isso de k-pop vai virar modinha ....
    e sobre dizer que eles são sempre inovadores é mentira gosto do kpop mais sou sincera comigo mesma !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. por exemplo o super junior...
      desde bonamana vem seguindo o mesmo ritmo sem mudar muito, até as danças as vezes são iguais com passinhos diferente uma vez ou outra...
      *foje das elf* kkk
      o novo single deles é super parecido com mr.simple... a letra de sexy free e single e nada mais que não desista siga em frente você e jovem livre e solteiro conquiste o mundo e em, mr.simple vai em frente não se preocupe você é simples ...
      as musicas são boas e super parecidas !!!
      o k-pop para mim é tudo muito igual ...
      o que faz a diferença e as bandas que te cativam pela simplicidade ou por cauda da melhor divulgação não tenho certeza...
      e eu sou uma das vezes que fala * Donghae do suju é meu marido*
      mas por pura descontração acho legal....
      de vez em quando aparece uma surtada e fala...
      seu uma ova é meu tira a mão..kkkkk
      dou risada com isso pois ele ta lá na coreia todo lindo e nem sabe que existimos e somos de alguma maneira fã....
      tenho medo dos fanáticos pois ofende os outros mas por falta de não ter o que fazer e por se achar fã de algo ou alguém e esquece que ser fã e gostar e apoia e se diverto com isso...
      Não monopolizar e obrigar aos demais a gosta do mesmo que ela e dizer que o cara é dela ..
      kkkkkkkk......

      desculpa por este comentário super gigante ...
      fiz um segundo post do assunto !!! kkkkk

      beijo grande

      Excluir
    2. Eu gosto do seu blog pelas mesmas coisas e ainda me dá vontade louca de ver as coisas que vc posta nhyah~~
      -olha, eu acho que entendo esse seu amigo 'japa', porque eu sabia, ou as vezes sei falar algo em japones, mas quando as pessoas pedem, eu recuso e falo que eu não sei falar, e que eu sou uma total ignorante na lingua japonesa. Isso porque eu não quero me vangloriar de sbaer algo que me foi forçado à aprendizagem, muito menos me diferenciar das outras pessoas por isso, e o único lugar que eu falo "kawaii, YOOO!!," entre outras coisas japas é no meu blog mesmo ou na internet. De nehuma forma quero que alguém sofra Bullying de nenhum tipo, mas eu quero que as pessoas, principalmente aquelas que querem fazer algo relacionado ou que gostam algo relacionado ao mundo asiatico do Brasil sejam um pouco mais cientes de que, apesar de que o Brasil apresente vários problemas, o mundo asiatico também apresenta talvez até mais do que o Brasil, mas em vistas diferentes.
      Por exemplo: a Guerra é uma delas. O preconceito que você citou sobre Japão x Coreia (Coreia no geral) é responsável por um ódio de anos, e eu já perguntei para minha AVO e minha MAE sobre esse ódio todo, e sabem o que elas me responderam? "-É Ingrid (sorry meu nome é Ingrid cof cof) os coreanos tem AULA sobre COMO ODIAR JAPONESES". E eu não duvido nada de que isso seja fato. Outro quesito é a beleza lá no Japão e China, sabia Flávia-san, que as gueishas, ou mulheres pequenas, com rostos pálidos, e ainda com pezinhos pequenos eram símbolo verdadeiro de beleza? Essa gartoa do vídeo não sabe o que é cultura, muito menos o que é passado historicamente no mundo asiatico. Provavelmente as pessoas que praticam esse tal de "K-Bullying" citado no vídeo apenas falam coisas que são ensinadas na casa dela, como a beleza extrema. As pessoas da China e do Japão, principalmente mulheres eram rigorosamente ensinadas como AGIR, PENSAR, SER, e principalmente APARENTAR algo. Claro que difere no mundo europeu, mas é basicamente algo que vai alem do "nossa, uma garota daquele tal tal tal jeito é mais bonita" <era algo assim na européia, suponho eu. Já na Ásia, era algo mais ou menos assim: "SE VOCÊ NÃO FOR MAGRA, COM PEZINHOS, COOM GESTOS DELICADOS, COM VOZ AFINADA, COM MÃOS DELICADAS, COM CORPO PERFEITO PARA SEU MARIDO VOCÊ É UMA DESGRAÇA PARA A HUMANIDADE FEMININA ENTENDEU?" e isso era passado através de avós para mães e para filhas. Era isso que eu queria deixar bem claro, como por exmeplo não sendo algo tão "bullying" do que se imagina. A sociedade Asiatica, como todos devem saber, é extremamente rigorosa (eu dei exemplo disso quando citei os Rap's de lá XD)...

      Excluir
    3. Sobre vc dizer que são seus maridos, alguém aqui tem algo contra? O_O
      Claro que são seus maridos, fãs mulheres precisam dizer isso pelo menos uma vez na vida poxa!! Do que adianta eles quererem ser bonitos, com corpos perfeitos como disse no post, e as mulheres não cairem nos encantos, não é mesmo? XD
      Eu vi um dia que os garotos do MBLAQ ficaram surpresos com a quantidade de fãs brasileiros aqui, então é uma boa coisa,néw XD
      Eu adorei seu comentário, e você não pode imaginar o quanto >.< SuJu é diferente dos outros em algumas coisas, mas é o que vc disse, infelizmente LOL
      mas não importa se é igual ou parecido, se curtir eu acho que uma boa fã ou alguém que ouve pela primeira vez deve se levar pelo ritmo da música, seja ela qual for. Eu tratei sobre uma banda que é um tanto diferente das outras que é BB, sou apaixonada pelas músicas XD *apanha* kkkkkkkkkk
      Eu nunca falei que sou 'marida' de ninguém, e se quiser podem levá-los até os confins que não vou me importar mesmo, só quero ouvir tranquilamente as múscas deles XDDD
      Kissus Flávia-san, muito obrigada (e tbm pela dica do site de onde baixar o dorama XD) mesmo mesmo mesmo >.<

      Excluir
    4. sobre o que você falo eu li
      o livro memorias de uma gueixa e assistir
      o filme também !!
      deve ser muito difícil ter que passar por tudo isso..
      mas em cada pais eles tem algo que represente a beleza..
      o triste é você não nascer com isso....
      kkkkkkk
      e para mim o suju, BB
      e o u-kiss são referencias no k-pop!!!
      para são os melhores !!!
      mas acho que quando se trata de diferentes e inovação
      o BB leva o trofeu...
      eles podem demorar para fazer algo mais quando fazem arrazam ..
      não são de dançar muito mais quem disse que precisam né..kkkk
      acho que sou uma V.i.P..kkkkkkk

      Excluir
    5. Com certeza, deve ser muito difícil >.< Ainda bem que estamos no século 21 e esses rigorosos "treinamentos" foram deixados mais para o passado. Sabia, ou sei lá, não sei se seu amigo comentou algo, mas os japoneses realmente não ligam para o que você está vestido, para ele não tendo nada muito "escroto" e nudista, é normal, meu professor vive dizendo que vira e mexe ele saía sem nem passar roupa mesmo, tudo amarrotado e ninguém reparava XD (claro que saindo normal, quando é pra trabalhar precisa caprichar XDD) e lá vc sabe, tem vários estilos (Harajuku que o diga!! XD)
      Eita Flavia-san, acho que vc se tornou uma V.I.P mesmo, heim! Eu não sei se eu sou, mas eu amo muito a banda, mas eu não cou "cegueta" pra os defeitos ou mesm perceber que na dança, eles perdem algumas coisas (acho que de lá só o GD e o SeungRi que dançam mais, o Tae dança mas é um estilo diferente dos outros meninos e.e'') enfim cof cof
      acho que já falei demais, sorry x.x
      *Eu quis um dia ler esse livro, mas se no filme eu tava chorando, magina lendo o livro mano, eu ia morrer kkkkkkk mas um dia eu leio U.U*

      Excluir
    6. Leia sim, vale a pena !!!
      eu queria viver no japão para poder
      me vestir como eles ..
      o estilo harajuku é lindo e o lolita eu acho super
      fofo...
      Mas va eu sair assim aqui em são paulo vão me
      internar !!!
      kkkkkk
      e meu sonho (que agora não da mais para realizar)
      era estudar lá!!!
      amo aqueles uniformes e como as aulas são feitas ^^)
      acho que quando se fala em estudos o japão pega pesado, mas vale
      a pena !!!

      Excluir
  2. Ha e amei este video do Big Bang!!!
    olha eu
    *meu marido top ta lindo*
    kkkkk......
    eu disse que gosto de usar o termo marido
    para indicar meus Bias ..kkkkkk

    agora sim vou indo
    a e antes você pode baixar
    heartstrings aqui: no Yo Dramas...

    Kissus

    Fui

    ResponderExcluir
  3. Meio que sei como você se sente, quando eu tinha uns 6 anos eu fui pra outro estado longe de onde eu nasci, e durante um bom tempo a galera ficou zoando com meu sobrenome, e mais recentemente sobre minha descendência alemã (teve um cara que comparo meu sobrenome com o de Hitler). Recentemente pararam, só meus amigos que fazem piadas, mais as vezes eu mesma rio delas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu já sofri isso... Aqui onde eu moro não tem TANTO chacota, porque na minha escola mesmo tem vários descendentes de alemães ou algo do tipo (com sobrenome meio estranho ao ouvidos brasileiros) kkkkkkkkkk'
      Eu fico rindo quando me chamam de japoronga, dos meus amigos, ou quando eu falo algo realmente sem noção daí falam "ÊE Japoronga (tipo ÊEE besta)" KOPSKAPOSKASKASOP mas é uma coisa que eu odeio ainda XD
      Kissus Kissus, obrigada pelo coment xD

      Excluir

Postar um comentário

Regras:
- Comentários serão publicados de acordo com o que a moderação liberar na análise, portanto, siga as regras.

- Sem SPAM / Divulgação / Propaganda do seu blog somente deixe o link APÓS o comentário.
- Pode palavrão, e essas porras todas aí, free internet. Porém, tenha o bom caráter de não comentar somente por hate, porque, bem, não irei publicá-lo (risos).
- Agradeço tua visita e sempre estarei disposta a dúvidas ou correções (sério, se virem algo errado no post, me avisem!!). Irei avisar se eu editar o post corrigindo.

Postagens mais visitadas deste blog

Hunter x Hunter (2011) - E o inesperado acontece!

Animes Yaoi -kawaii, sem shota, sem violência, Puro-

Dia do irmão